Histórico

O Programa tem, em seu histórico, o vínculo com o Departamento de Comunicação Social da UFF, criado há mais de 40 anos, e que forma cerca de 110 alunos anualmente. Hoje, o Departamento oferece dois cursos: Comunicação Social – habilitação Publicidade e Curso de Jornalismo.
A proposta do Mestrado Mídia e Cotidiano, o primeiro curso a ser aprovado pela Capes, deve-se, particularmente, a duas situações. A primeira, a reforma curricular realizada nos dois cursos, em 2005, que além de atualizar e adequar a oferta de disciplinas e suas ementas às novas demandas profissionais, tecnológicas, teóricas e metodológicas da Comunicação, propôs uma articulação clara do ensino com a pesquisa.
Outro movimento fundamental para a história do PPGMC foi a realização, em agosto de 2008, do I Seminário de Pesquisa em Mídia e Cotidiano. Além de palestras de convidados sobre o panorama da pós-graduação em Comunicação, cada professor apresentou e discutiu seu projeto de pesquisa com os colegas, demonstrando a integração entre seus trabalhos.
A discussão serviu de base para as duas linhas de pesquisa e área de concentração do PPGMC, revelando o viés particular do Programa dentro do campo da Comunicação.
Dois anos depois, em 2010, com o II Seminário de Pesquisas em Mídia e Cotidiano outros professores passam a integrar o projeto, contribuindo com novos subsídios para a elaboração da proposta que foi enviada à CAPES e aprovada.
Finalmente, em 2013 inicia a primeira turma de Mestrado e, em 2019, começará a primeira do Doutorado em função da aprovação do Curso divulgada pela Capes em setembro de 2018.