Larissa de Morais Ribeiro Mendes

Professora permanente

Possui doutorado e mestrado em Comunicação Social, respectivamente pela UFF e pela PUC-RJ, e graduação em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela UFRJ. É professora adjunta ligada ao PPGMC da UFF e aos cursos de graduação em Comunicação Social e Jornalismo da Universidade, além de coordenadora do curso de Jornalismo. Antes de ingressar na UFF, em 2009, atuou como jornalista em diversos veículos de mídia impressa e digital, na área de Jornalismo Econômico, e em assessorias de imprensa. Atualmente, participa do grupo de pesquisa Mídias, redes e jovens: usos e apropriações em contextos digitais, certificado pelo CNPQ, no qual está ligada à linha Mídia e Interações. Tem interesse nas mudanças nos processos de produção e consumo jornalístico, no atual cenário de convergência midiática.

Projeto de pesquisa

Possibilidades interativas em projetos jornalísticos na web: modelos e estratégias dos veículos; práticas e apropriações dos leitores

A pesquisa propõe uma investigação sobre as possibilidades interativas de projetos jornalísticos na web, atentando para os diferentes modelos e estratégias dos veículos e, principalmente, para o lugar complexo do leitor diante dessas possibilidades, no contexto de convergência midiática. Essas interações são analisadas em espaços de trocas com o público de veículos tradicionais e independentes, tanto nos próprios veículos, como nas redes sociais onde as notícias circulam.  A pesquisa envolve mapeamento e análise dos espaços de troca com os leitores e das práticas interativas associadas ao consumo das notícias. Investiga, ainda, o modo pelo qual os leitores se fazem representar nesses espaços, por meio de suas intervenções. Trata-se de uma zona de tensionamentos mercadológicos, editorais e de ordem tecnológica, que também devem ser compreendidos num contexto mais amplo de mudança nas relações entre produtores e consumidores de notícias.

Mídias, redes e jovens: usos e apropriações em contextos digitais

A partir do estudo dos hábitos, usos e apropriações dos conteúdos jornalísticos distribuídos em plataformas móveis, entre os jovens dos 15 aos 29 anos, pretendemos compreender as novas dinâmicas de consumo e seus possíveis impactos sobre os processos de produção noticiosa.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/4724094981271574
e-mail: larissamorais@uol.com.br