Walcea Barreto Alves

Professora Colaboradora

Professora Adjunta da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF – Niterói/RJ). Coordenadora do Curso de Pedagogia da mesma universidade é líder do Núcelo de Estudos Contemporâneos em Educação, Etnografia e Representações Sociais (NECEERS/UFF). Integra a Comissão Editorial da Revista Aleph Online. Graduada em Psicologia pela UERJ e Mestre em Educação pela mesma universidade. Doutora em Educação pela UFF e Pós-Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Educação pela UERJ. Tem experiência acadêmica e profissional nas áreas de Educação e Psicologia, dentro das seguintes temáticas/áreas de atuação: Didática, Etnografia, Psicologia da Educação, Representações Sociais e Tecnologias Educacionais.

Projeto de Pesquisa

Representações, tecnologias e reflexividade: contextos e sujeitos da educação na contemporaneidade

Descrição: A educação contemporânea tem enfrentado muitos desafios no tocante às mudanças ocorridas nas formas de pensar e nos processos de construção e produção de conhecimento no presente século diante no contexto da cibercultura (LÉVY, 1999), em que se inserem os alunos que frequentam os espaços de educação formal. Em contrapartida, segundo Alves (2012), as representações sociais do aluno sobre a escola refletem um lugar de proeminência desta instituição enquanto referência para o desenvolvimento de processos de ensino-aprendizagem na aquisição de conteúdos considerados socialmente relevantes. Em complementaridade, percebe-se que as representações sociais sobre a escola demarcam, reflexivamente, as representações do aluno sobre si mesmo, demarcando também o seu próprio lugar nesta realidade. Diante destas proposições, o objetivo desta pesquisa consiste em investigar, mediante o estudo das representações, a implicação e participação do aluno no processo de mudança das concepções e práticas educacionais de construção do conhecimento baseado no contexto contemporâneo dos usos e conceitos relacionados à tecnologia digital. Como embasamento teórico-metodológico se utilizará como referencial Moscovici (1978), Jodelet (2005a), Abric (1994; 2000), Goffman (1961), Peter Berger & Thomas Luckmann(1983; 2004); Alves (2003;2012), Lévy (1999), Mattos (2001) e Erickson (2004). Pretende-se realizar uma pesquisa multimétodos, articulando-se as abordagens qualitativa e quantitativa de pesquisa. A dimensão qualitativa da investigação será desenvolvida mediante princípios da etnografia, , sobre os processos de mudança educacional no contexto do uso das tecnologias digitais partindo-se da ótica do aluno, entendendo-o enquanto ator e autor no processo de construção do conhecimento. A dimensão quantitativa se voltará para a captação das representações sociais do aluno sobre o papel do uso das tecnologias digitais nos processos de ensino-aprendizagem. As análises serão orientadas pelas dimensões das representações sociais, a atitude, a informação e o campo de representação, empregando-se a metodologia de análise de conteúdo, fundamentada em Bardin (1977). Será realizada também a análise da estrutura da representação social através da técnica do quadro de quatro casas (VERGÈS, 1992). Os resultados previstos serão publicações em textos e livros, ampliando o tema de estudo..

Lattes: http://lattes.cnpq.br/1637516633982361
e-mail: walceaalves@id.uff.br